Pastoral - "O Que Significa Para Você Ser Bem-Sucedido?" | Rev. Gildásio Reis

Você se considera uma pessoa bem-sucedida? Por quê? Que critério você usa para chegar a essa conclusão? O que molda seu conceito sobre ser bem-sucedido?

Todos nós queremos ser bem-sucedidos na vida. Queremos ter êxito em tudo que fazemos. Todas as pessoas buscam a felicidade. Não há exceção para isso. Mas o que significa ser bem-sucedido?

Para muitas pessoas ser bem-sucedido significa conseguir fama, beleza, popularidade ou riqueza. No entanto, os que têm prosperidade material podem, ainda assim, sentir que sua vida é vazia e sem sentido. O impulso de sempre querer ter mais baseia-se no conceito errôneo de que os bens materiais podem me tornar mais feliz, mais importante e mais protegido. Mas os três pensamentos são falsos. Posses somente trazem felicidade temporária. Uma vez que as coisas não se modificam, acabamos nos entediando e então pas­samos a desejar outras coisas, maiores e melhores. Oscar Wilde tinha certa razão quando afirmou que “neste mundo só há duas tragédias – uma é não conseguir o que se quer, a outra é con­seguir”. De fato, nunca estamos satisfeitos, pois tão logo conquistamos um desejo, somos invadidos pela sensação de “não era bem isso o que eu queria”.

O caminho para ser bem-sucedido na vida é outro. Ele está em Deus. Assim como os pais se preocupam com os filhos e querem que estes sejam bem-sucedidos, nosso Pai celeste também se preocupa conosco e quer que sejamos felizes. Deus, através da sua Palavra, tem muito a nos ensinar sobre o caminho do sucesso e do fracasso. No Salmo 1, ao falar sobre alguém que presta atenção ao que Deus diz, o salmista declara que “tudo o que ele fizer será bem-sucedido.” (Sl 1.3). No v.1, o salmista ensina que uma pessoa bem-sucedida não anda “no conselho dos ímpios”. Em outras palavras, uma pessoa bem-sucedida não segue o modo de vida daquelas que não temem a Deus. Se desejamos ser bem-sucedidos na vida, não podemos nos amoldar ao estilo de vida mundano.

Deus sabe o que nos tornará realmente bem-sucedidos. Seus conselhos são diferentes do “conselho dos ímpios”. Portanto, tentar ganhar as bênçãos de Deus enquanto se trilha o caminho do mundo para ser bem-sucedido é como tentar andar em duas estradas ao mesmo tempo. É simplesmente impossível.

O anseio por ser feliz é uma experiência humana universal, e é algo bom, não pecaminoso. No entanto, para sermos realmente felizes, precisamos procurar fazer a vontade de Deus, que é sempre “boa, perfeita e agradável” (Romanos 12.2). A obediência a Deus nos levará a uma vida bem-sucedida. Segundo o salmista, se o nosso prazer estiver na lei do Senhor e na Sua lei meditarmos dia e noite, seremos bem-sucedidos em tudo o que fizermos. (Salmo 1.2,3).


Rev. Gildásio Reis (Presidente do Sínodo de São Paulo e Pastor da Igreja Presbiteriana Parque São Domingos)

9 visualizações0 comentário