Pastoral - "Apreço – Amor – Consideração" | Rev. Gilberto Barbosa

Deus concedeu dons à igreja para aperfeiçoamento dos santos, desempenho e edificação no corpo de Cristo, para chegarmos “à unidade do pleno conhecimento do Filho de Deus, à perfeita varonilidade, à medida da estatura da plenitude de Cristo” (Efésios 4.12-13).


Deus coloca líderes na igreja, para pastoreá-la (1 Pedro 5.1-4). Eles são chamados de servos, despenseiros, obreiros, trabalhadores e superintendentes.

Qual é a nossa responsabilidade diante desses irmãos?

Paulo, escrevendo aos tessalonicenses (1Ts 5.12-13), os orientou para que honrassem seus líderes. E esta orientação serve para a nossa igreja também. Como devemos honrá-los?

1. Acatando – Os líderes são dons de Deus à igreja. Eles têm autoridade espiritual da parte do Senhor e nós devemos acatá-los no Senhor. Eles não são dominadores do rebanho, ditadores ou exploradores, mas exemplos e servos. Como eles seguem o Senhor, devemos segui-los também. Não há nada de errado em honrar fiéis servos de Deus, quando Deus recebe toda a glória. A liderança espiritual é uma grande responsabilidade e uma tarefa difícil. As batalhas e os fardos são muitos e algumas vezes o encorajamento é pouco. Precisamos encorajar e interceder em favor dos nossos líderes.

2. Reconhecendo – Como irmãos, eles estão “entre nós”; e como líderes, estão “sobre nós no Senhor”, ou seja, “nos presidem no Senhor”. Estar “entre” e “presidir” ao mesmo tempo não é fácil. A autoridade do líder precisa ser com amor, mas também com firmeza.

3. Obedecendo – Os líderes devem ser obedecidos enquanto forem fiéis às Sagradas Escrituras. Eles devem ser obedecidos porque velam pelo rebanho e prestarão contas ao Supremo Pastor. “Obedecei aos vossos guias e sede submissos para com eles; pois velam por vossa alma, como quem deve prestar contas, para que façam isto com alegria e não gemendo; porque isto não aproveita a vós outros” (Hb 13.17).

O resultado da igreja que acata, aprecia, ama e obedece, será a paz e a harmonia reinando dentro dela (v. 13b).


Rev. Gilberto da Costa Barbosa (Pastor Auxiliar da Igreja Presbiteriana da Lapa)

8 visualizações0 comentário